(51) 3249.2837 e (51) 99817.2943 [email protected]

Continuamos com a resolução comentada da prova de Contabilidade para o concurso público de Técnico Contábil da Prefeitura Municipal de Porto Alegre. As provas foram aplicadas em março de 2012 pela Banca da Fundação do Ministério Público (FMP). Para quem está começando seus estudos com Contabilidade, essa é uma excelente prova para treino! Dessa vez, vamos às questões 51 a 55:

51 – Relacione a coluna da esquerda com a direita:

1) Ativo Circulante
2) Ativo Não Circulante
3) Passivo Circulante
4) Passivo Não Circulante
5) Patrimônio Líquido

( ) Recursos depositados em conta corrente bancária.
( ) Recursos investidos pelos sócios no negócio.
( ) Obrigação com fornecedores de mercadorias.
( ) Ações de emissão de companhia coligada.
( ) Empréstimo que a empresa possui e irá pagar após o término do exercício social seguinte.

Assinale a alternativa CORRETA:

(A) 1; 5; 3; 2; 4.
(B) 1; 2; 3; 5; 4.
(C) 5; 1; 3; 2; 4.
(D) 5; 2; 3; 1; 4.
(E) 1; 5; 4; 2; 3.

Resolução: Os recursos depositados em conta corrente bancária estão classificados no Ativo Circulante. Já os recursos investidos pelos sócios no negócio faz parte da conta Capital Social, integrante do Patrimônio Líquido. Obrigações com fornecedores de mercadorias ficam classificadas no Passivo Circulante. Ações e participações de emissão de companhias coligadas são classificadas no subgrupo Investimentos, do Ativo Não Circulante. Finalmente, os empréstimo que a empresa possui e irá pagar após o término do exercício social seguinte ficam classificados no Passivo Não Circulante. Portanto, a ordem correta fica: 1 – 5 – 3 – 2- 4. Letra A.

52 – A seguir são apresentadas três assertivas que se referem às transações do Ativo do Balanço Patrimonial.

I. Dinheiro em Caixa.
II. Ferramentas usadas pelo pessoal da área de produção.
III. Adiantamentos concedidos a funcionários para viagens a trabalho.

Assinale a afirmativa que representa apenas o Ativo Circulante:

(A) Apenas I.
(B) Apenas II.
(C) Apenas I e III.
(D) Apenas II e III.
(E) I, II e III.

Resolução: No meu limitado entender, questão mal formulada, afinal, dinheiro em caixa e ferramentas não são transações. Para mim, somente a III é a correta, mas a gente tem que responder e, além disso, adivinhar o que o examinador está pedindo. Então, relevamos, e consideremos dinheiro em caixa como “transação” do Ativo, mais precisamente nas Disponibilidades, do Ativo Circulante. Assim como adiantamentos concedidos, que ficam registrados em Créditos, também do Ativo Circulante. No que se refere às ferramentas usadas pelo pessoal da área de produção, não dá para entender como “transação” do Ativo. Se alguém fosse vender as ferramenta, possivelmente seria uma “transação”. Portanto, ficamos com os itens I e III como corretos, tendo a alternativa C como correta.

53 – Em uma empresa comercial o lançamento que representa uma receita à vista é:

(A) Debita-se receita; credita-se caixa.
(B) Debita-se caixa; credita-se receita.
(C) Debita-se receita; creditam-se clientes.
(D) Debitam-se clientes; debita-se receita.
(E) Debitam-se clientes; debita-se caixa; credita-se receita.

Resolução: Essa é fácil e exigia apenas do candidato conhecimento básico de lançamento típico. Assim, o lançamento que representa uma receita à vista é:

D -CAIXA/BANCOS

C- RECEITA DE VENDAS

Sem dúvidas, portanto, marcamos a letra B.

54 – Considere os dados a seguir referentes ao mês de dezembro de 2011:

– Despesa de janeiro/2012, paga em dezembro/2011: R$ 2.000,00.
– Despesa de dezembro/2011, paga em janeiro/2012: R$ 500,00.
– Receita de janeiro/2012, recebida em dezembro/2011: R$ 500,00.
– Receita de dezembro/2011, recebida em janeiro/2012: R$ 2.000,00.

O resultado do referido mês conforme os Princípios de Contabilidade é:

(A) Zero.
(B) Prejuízo de R$ 500,00.
(C) Prejuízo de R$ 1.500,00.
(D) Lucro de R$ 500,00.
(E) Lucro de R$ 1.500,00.

Resolução: O princípio que rege a Contabilidade é o Princípio de Competência, que considera a realização das receitas e incorrência das despesas quando de sua efetivação, independentemente de recebimentos ou pagamentos. Portanto, não interessa quando foi paga a despesa ou recebida a receita, e sim a qual mês pertence. Em dezembro temos receitas no valor de R$ 2.000,00 e despesas no valor de R$ 500,00. Apuramos, dessa forma, um lucro de R$ 1.500,00. Letra E.

55 – As assertivas abaixo podem ser falsas ou verdadeiras:

( ) Os estoques são considerados ativos quando o bem é destinado à venda, referentes ao curso normal dos negócios da empresa (produtos acabados e mercadorias).
( ) Os estoques devem ser avaliados ao custo ou pelo valor líquido realizável, prevalecendo o menor.
( ) Os impostos recuperáveis representam custos de aquisição de mercadorias.
( ) A provisão para perda de estoques é uma conta de natureza devedora.
( ) A constituição de uma provisão para perda dos estoques gera um aumento do lucro líquido do exercício.

Considerando “F” para as falsas e “V” para as verdadeiras, a sequência CORRETA é:

(A) F; V; V; V; V.
(B) V; V; F; F; F.
(C) V; F; F; V; V.
(D) V; V; V; V; F.
(E) F; F; V; F; V.

Resolução: Vamos analisar item por item. Aliás, no meu entendimento, essa matéria envolve a disciplina de Custos, a qual não faz parte do conteúdo programático.

 – Os estoques são considerados ativos quando o bem é destinado à venda, referentes ao curso normal dos negócios da empresa (produtos acabados e mercadorias). Verdadeiro, enquanto não forem vendidos, estão ativados. Quando forem vendidos, passam a serem definidos como Custos.

– Os estoques devem ser avaliados ao custo ou pelo valor líquido realizável, prevalecendo o menor. Verdadeiro. Extraído do texto da Lei 6404/76.

– Os impostos recuperáveis representam custos de aquisição de mercadorias. Falso. O impostos recuperáveis não representam custos, pois, como o nome diz, eles são recuperados, quando da venda, ou seja, quando a empresa é contribuinte do imposto recuperado. Ocorre que, quando a empresa não for contribuinte do imposto, então esse imposto pago na compra integrará o custo de aquisição dos estoques. Isso ocorre muito com o IPI, em que as empresas comerciais pagam na compra, mas não se beneficiam dele na saída, uma vez que não são contribuintes do referido imposto.

– A provisão para perda de estoques é uma conta de natureza devedora. Falso. A provisão para perda de estoques é uma conta retificadora de Ativo, e como tal, tem natureza credora.

– A constituição de uma provisão para perda dos estoques gera um aumento do lucro líquido do exercício. Falso. Na verdade, gera uma redução do lucro líquido do exercício. Vejamos como é  o lançamento da constituição desta provisão:

D – DESPESA COM PROVISÃO PARA PERDA DE ESTOQUES

C – PROVISÃO PARA PERDA DE ESTOQUES

Portanto, ficamos com a seguinte sequência: V – V – F – F – F. A alternativa correta sem dúvida é a letra B.

Ok, pessoal. Daremos continuidade a essa prova de Contabilidade, nas questões 56 a 60, nos próximos dias. Lembrando que somente por aqui o concursando encontra provas de concursos públicos recentes resolvidas e comentadas de forma detalhada.

Abraço a todos e fiquem com Deus!

Compartilhe!